Banner

Banner

domingo, 18 de junho de 2017

Palmeiras desencanta como visitante e faz quatro no Bahia em Salvador

Time de Cuca ainda não havia pontuado e nem marcado gols como visitante, mas viu o ataque funcionar em grande jogo contra o Bahia: Guedes, Keno, Mina e Willian marcaram




O Palmeiras venceu um grande jogo contra o Bahia na Fonte Nova e lavou a alma: depois de quatro derrotas sem marcar gols nos primeiros quatro jogos como visitante no Brasileirão, o Verdão fez 4 a 2 neste domingo. Róger Guedes, Keno, Mina e Willian marcaram. Vinícius e João Paulo descontaram para o Tricolor.
O jogo foi disputado o tempo todo em alta voltagem. Não fosse por grandes defesas de Fernando Prass em tiros de Renê Júnior e Edigar Junio, os donos da casa teriam pulado à frente do marcador logo aos cinco minutos. Era o momento de maior instabilidade do Palmeiras, que foi tomando conta do jogo aos poucos.

Aos 15 minutos, começou a brilhar a estrela de Keno. Ele recebeu ótimo passe de Guerra, invadiu a área em velocidade e foi ao chão após disputar com Rodrigo Becão. Lance duvidoso, mas o árbitro assinalou pênalti e Róger Guedes converteu.

Mendoza chegou a colocar a bola na rede logo na sequência, mas a arbitragem acertou ao marcar impedimento de Tiago no lance e tudo corria bem para o Palmeiras até Zé Rafael aplicar lindo drible em Mina na entrada da área e desmontar a defesa alviverde. Fernando Prass apareceu de novo para fazer dois milagres, mas Vinícius surgiu livre para empatar o jogo aos 44 da etapa inicial.

O segundo tempo do Palmeiras teve momentos que lembraram a força da equipe como visitante no ano passado. Aos cinco minutos, Keno recebeu novamente de Guerra e acertou o ângulo de Jean com um lindo chute da entrada da área: 2 a 1.

O Verdão jogava bem e parecia mais perto de marcar o terceiro gol do que de sofrer o segundo. A impressão se confirmou aos 37 minutos, com Mina, que dançou o seu Mineration na comemoração e fez o torcedor já respirar aliviado. Mas ainda não era hora....

Não foi com Armero, compatriota, amigo e parceiro de Mina nas danças, mas o Bahia marcou outro gol com João Paulo logo na sequência e colocou fogo no jogo novamente. Chega? Nada disso... Com o Tricolor indo para o tudo ou nada, o Palmeiras encontrou espaço para marcar o quarto gol, com Willian, e enfim definir sua primeira vitória como visitante.

FICHA TÉCNICA 

  BAHIA 2 X 4 PALMEIRAS
Data/Horário: 18/6/2017, às 16h Local: Fonte Nova, Salvador (SP) Árbitro: Rodolpho Toski Marques - PR (FIFA) Auxiliares: Bruno Boschilia - PR (FIFA) e Victor Hugo Imazu dos Santos - PR (CBF) Cartões amarelos: Keno, Willian, Roger Guedes, Juninho (PAL); Régis Souza, no banco (BAH) Cartões vermelhos: -
Gols: Róger Guedes, aos 17'/1ºT (0-1); Vinícius, aos 44'/1ºT (1-1); Keno, aos 5'/2ºT (1-2); Mina, aos 37'/2ºT (1-3); João Paulo, aos 39'/2ºT (2-3); Willian, aos 47'/2ºT)
BAHIA: Jean, Eduardo, Tiago, Rodrigo Becão e Matheus Reis (Armero - 20'/2ºT); Juninho (João Paulo - 32'/2ºT), Renê Júnior, Vinícius (Gustavo Ferrareis - 10'/2ºT) e Zé Rafael; Mendoza e Edigar Júnio. Técnico: Jorginho.
PALMEIRAS: Fernando Prass, Mayke (Tchê Tchê - Intervalo), Mina, Juninho e Egídio; Thiago Santos (Luan - 26'/2ºT), Jean e Guerra; Róger Guedes, Keno (Erik - 20'/2ºT) e Willian. Técnico: Cuca. 


Terra